Davi Soares “Todos os vereadores, todos os assessores e todos os funcionários da câmara já receberam antecipado 50% do 13º e salário do mês de junho”; Ouça.


A Presidência do Legislativo Municipal de Poções, numa clara demonstração de respeito para com os servidores públicos da Casa de Leis, antecipou desde o último dia (10), 50% do 13° salário de todos os vereadores da câmara de Poções de todos os assessores de vereadores e todos os funcionários da câmara, e foi efetuado o pagamento referente ao mês de junho a todos os vereadores, assessores e funcionários, assim como aos fornecedores como manda a Lei. Com muito respeito pelo erário público, o Presidente da Câmara Municipal, Vereador Davi Soares atingiu a meta, propósito seguido à risca desde que assumiu a direção da Casa.
. “o bom gestor tem que pagar as contas em dia para que o dinheiro circule e gere renda ao município”, concluiu Davi.

Ouça um trecho da entrevista:

Documentário sobre impeachment de Dilma Roussef estreia na Netflix em 180 países


No ar para todo o Brasil desde a última quarta-feira (19) na Netflix, o filme documentário “Democracia em Vertigem”, que narra uma perspectiva sobre o impeachment de Dilma Roussef em 2016, estrou em 180 países na plataforma de streaming.

Alvo de muitas críticas desde antes do seu lançamento, positivas e negativas, a obra da cineasta Petra Costa conquistou, ao menos, o músico Caetano Veloso e a apresentadora Mônico Iozzi. Eles assistiram juntos e comentaram sobre o filme em vídeo gravado por Paula Lavigne e publicado nas redes sociais.

“Eu chorei”, disse a ex-CQC após Lavigne perguntar o motivo do seu resto “inchado”. “O documentário da Petra, chamado ‘Democracia em Vertigem’, eu naõ estou conseguindo elaborar muito bem, mas vejam”, resumiu, aparentemente ainda emocionada.

“É difícil não chorar vendo esse negócio todo, tudo posto em ordem assim […] A série de coisas, é muito nítida a feição dessa história. Agora a gente está vendo que é isso mesmo”, opina Caetano Veloso.

O trailer publicado no início do mês pela Netflix no YouTube já alcançou mais de 1,5 milhão de visualizações. A popularidade do teaser, nos comentários pelo menos, não foi das melhores. O vídeo tem mais “não gostei” do que “gostei” marcado. *Bahia.Ba

No Senado, Moro nega conluio com Lava Jato e trava embate com petistas


Diante de senadores para explicar a troca de mensagens vazadas com o procurador Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato, o ministro Sergio Moro (Justiça) afirmou que sempre agiu conforme a lei, tratou como naturais conversas entre juízes, promotores e advogados e disse não poder garantir a veracidade dos diálogos divulgados pelo site The Intercept Brasil.

Nesta quarta (19), desde às 9h, Moro presta esclarecimentos à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Na sessão, afirmou ainda ser alvo de um ataque hacker que mira as instituições e que tem como objetivo anular condenações por corrupção.

“O que posso assegurar é que, na condução dos trabalhos de juiz no âmbito da Operação Lava Jato, sempre agi conforme a lei”, disse o ex-juiz.

RESUMO DOS VAZAMENTOS EM 3 PONTOS

(mais…)

Senado aprova proposta que suspende decreto das armas de Bolsonaro


O Senado aprovou na noite desta terça-feira, 18, um projeto para derrubar os decretos assinados em maio pelo presidente Jair Bolsonaro que flexibilizaram o porte de armas no País. Após impor uma derrota ao governo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na semana passada, senadores aprovaram, por 47 votos contra 28, a proposta de decreto legislativo que anula os efeitos dos atos presidenciais. O projeto ainda precisa passar pela Câmara dos Deputados.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que a Casa mostrou “grandeza” ao apreciar o tema. Ele voltou a se solidarizar com senadores alvos de ataques e ameaças por defenderem a derrubada do decreto. O relatório do senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) que foi levado ao plenário, contrário ao decreto de armas, usou um parecer da consultoria legislativa do Senado apontando que o Planalto extrapolou o poder regulamentar ao se contrapor ao Estatuto do Desarmamento e abrir diversas brechas para que uma pessoa tenha acesso a uma arma.

MP-BA move ação contra 12 municípios do sul do estado para combater lixões


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) moveu ações civis públicas contra 12 municípios do sul do estado, para combater lixões. As ações são assinadas pelo promotor de Justiça Yuri Lopes. As ações são contra os municípios de Almadina, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Itapé, Itapitanga, Itajuípe, Floresta Azul, Jussari, Mascote, Potiraguá e São José da Vitória.

O promotor pede que a Justiça determine a implantação de políticas públicas de saneamento básico e resíduos sólidos e a interrupção do lançamento de resíduos in natura em lixões. Os pedidos são baseados na Lei 11.445/2007, que estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e a Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Saneamento Básico. O MP pede que os municípios, em 30 dias, elaborem um plano municipal de saneamento básico e gestão de resíduos sólidos. Fonte: Bahia Noticias. (mais…)

Presidente Davi Soares participa de agendamento para biometria digital em Poções


Na manhã do último domingo o presidente Davi Soares levou uma equipe para auxiliar e facilitar o agendamento para biometria digital. A ação ocorreu na igreja do pastor Daniel.

Na oportunidade muitas pessoas aproveitaram para agendar sua biometria digital no Cartório eleitoral do município. O presidente Davi disse que realizará mais ações deste tipo que beneficiarão o povo.

(Poções urgente).

Bancada evangélica decide apoiar Moro; Feliciano diz que ministro está ‘blindado’


A bancada evangélica da Câmara dos Deputados decidiu apoiar o ministro Sergio Moro, da Justiça, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

O deputado Pastor Marco Feliciano (Pode-SP) disse ao jornal que Moro estava protegido pelos evangélicos.

“Ele está blindado por nós”, afirmou o parlamentar.

Na quarta (12), cerca de trinta deputados evangélicos se encontraram com Moro. “Fizemos uma oração e abençoamos a vida dele. Pedimos que Deus dê tranquilidade ao ministro”, concluiu o parlamentar.

Feliciano viajou com Bolsonaro e Moro para Belém na quinta (13), onde participaram da celebração dos 108 anos da Assembleia de Deus no Brasil.

Presidente Davi Soares diz que blitz do Detran na Festa do Divino foi abusiva e esclarece boatos sobre quem pediu a blitz para Poções; ouça.


O presidente do poder legislativo de Poções Davi Soares disse em entrevista à Rádio Povo que a blitz do Detran de Vitória da Conquista realizada na última quinta feira no inicio da Festa do Divino foi abusiva e que cidadãos do município foram tratados de maneira bruta e irresponsável. Ele falou ainda que o Deputado Antônio Brito não teve nada à ver com a realização da mesma, foi contra e também reprovou a blitz da forma que foi feita.
Davi falou sobre as imagens de seu filho Davizinho, fazendo “L” na Festa do Divino, afirmando que o “L” foi de laranja e ainda falou sobre a presença do Deputado Antonio Brito no próximo dia 05 na câmara de vereadores.
Áudio:  

Parte do processo do tríplex contra Lula pode ser anulado pelo STF


O processo do tríplex contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser anulado, em parte, pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no próximo dia 25. Na ocasião, segundo a coluna de Mônica Bergamo da Folha, será julgado o habeas corpus em que Sergio Moro é acusado de parcialidade. No entanto, boa parte da ação ainda deve sobreviver, mesmo que Moro seja considerado suspeito.

Sendo assim, a condenação será anulada, porém todos os atos anteriores ao recebimento da denúncia por Moro podem ser preservados. Um novo juiz pode ser chamado para aceitar ou não a denúncia. O mesmo magistrado teria que ouvir novamente as partes e então decidir se Lula é ou não culpado. Até então, a votação no STF é favorável a Moro. Os ministros Cármen Lúcia e Edson Fachin já afirmaram que ele não é suspeito e ainda faltam os votos de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Fonte: Agência Brasil.

Bolsonaro diz que vazamentos são ‘criminosos’ e elogia Moro: ‘dei um beijo hétero nele’


O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez, em público, sobre o caso dos diálogos que envolvem o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, revelados pelo site The Intercept. O chefe do Executivo nacional afirmou, hoje (13), em entrevista à imprensa, que a atuação de Moro como juiz da Lava Jato “não tem preço” e classificou a invasão dos celulares do ministro da Justiça e de procuradores como ação “criminosa”.

“Se vazar o meu [celular] aqui tem muita brincadeira que eu faço com colegas que vão me chamar de louco e tudo aquilo que me chamavam durante a campanha. E houve uma quebra criminosa, uma invasão criminosa”, disse.

Bolsonaro afirmou que Moro “mostrou as vísceras do poder” em relação à corrupção e fez elogios ao trabalho do atual ministro como juiz federal. “Em vez de chegar em casa e dar um presente à minha esposa, dei um beijo nela, não é muito melhor? Eu dei um beijo hétero no nosso querido Sérgio Moro. Demos dois beijos héteros. Fomos lá na marinha com ele”, declarou o presidente.

Até a declaração de hoje, as manifestações de Bolsonaro sobre o caso haviam sido feitas por meio do porta-voz Otávio Rêgo Barros e do secretário de Comunicação Fábio Wajngarten. Antes, o presidente deu sinais de apoio a Moro ao chegar  de lancha com o ministro em uma cerimônia militar e ao levá-lo ao jogo entre CSA e Flamengo no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Por Juliana Rodrigues.