Presidenta Zilda Maria “Quem fez DAP em 2019 não precisa renovar esse ano, só em 2021” ouça a entrevista.


Zilda Maria presidenta do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Poções foi a entrevistada da última quarta-feira no Jornal Primeira Página da Rádio Povo FM 99,5. 

Ela falou sobre vários assuntos. Zilda informou que só precisa renovar a DAP esse ano, quem fez em 2018, já quem fez no ano passado, só tem que renovar ano que vem, 2021.

Sobre o Garantia Safra, já começaram as inscrições para quem nunca fez, nesse caso, tem que tá com a DAP em dia, atualizada.

“As pessoas que fizeram garantia safra ano passado, não precisam ir no sindicato renovar esse ano porque já foi renovado automaticamente” acrescentou Zilda.

Ela tirou dúvidas, esclareceu ouvintes, trabalhadoras e produtores rurais que participaram da entrevista.

Ouça: 

Daniel Alves, do São Paulo, posa com camisa 10 do Boca Juniors na véspera de decisão contra River


Daniel Alves, do São Paulo, posou com uma camisa 10 do Boca Juniors nesta terça-feira, véspera do duelo decisivo contra o River Plate, quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Argentina, pela Copa Libertadores.

Isso porque nesta terça-feira o São Paulo treinou no CT do Boca Juniors, arquirrival do River Plate. O próprio Tricolor publicou fotos no local.

– Com todo meu respeito a todos os 10 do Boca e que nesse momento é de Carlitos Tevez, muito obrigado pelo carinho e respeito de sempre. É um honra ter essa camisa em minha coleção – escreveu Daniel Alves em suas redes sociais.

Daniel Alves, do São Paulo, recebe camisa do Boca com seu nome — Foto: Reprodução

                                          Daniel Alves, do São Paulo, recebe camisa do Boca com seu nome — Foto: Reprodução

O nome de Daniel Alves foi apontado como alvo do Boca Juniors por publicações na imprensa argentina há alguns meses.

Fonte: globoesporte.com

Professor pede para aluna abrir a câmera para vê-la nua em SP


Um caso de assédio envolvendo um professor e uma aluna durante aula online da Faculdade de Direito de Franca, no interior de São Paulo, vem causando polêmica. No trecho de vídeo que circula nas redes sociais, o docente pede à estudante que abra a sua câmera. Ela, então, informa que não será possível, que manterá apenas o áudio aberto.

“Deve estar horrível”, diz o professor. “Não é isso, não. É que eu ia tomar banho e estou sem roupa, não posso abrir”, responde a estudante. Diante da informação, ele insiste. “Abre a câmera aí”, diz. “Não, não vou abrir”, continua ela.

O diálogo continua. “Está de sacanagem comigo? Sério que você falou isso no meio da aula?”, questiona o professor. “Se vai ficar insistindo é melhor eu já falar a verdade, né?”, justifica ela. “Meio ponto para você abrir a câmera”, insiste ele. “Abrir a câmera não vale meio ponto, eu estudo”, conclui a aluna.

Uma imagem que também circula nas redes sociais mostra uma suposta mensagem enviada pelo docente aos alunos após a divulgação do vídeo. “Comunico que, até segunda ordem minha, se houver, em razão de uma brincadeira ocorrida ontem, inter partes, e que tem gerado incômodo, por meio de comentários maldosos, a uma colega, todos os alunos, diurno e noturno, estão sem os dois pontos de trabalho”.

DA emite nota de repúdio

O Diretório Acadêmico da Faculdade de Direito de Franca emitiu uma nota de repúdio nesta terça-feira (29) sobre o ocorrido.

“Chegou ao conhecimento do Diretório Acadêmico da Faculdade de Direito de Franca um ocorrido na aula de Direito Penal do 4º ano do dia 28 de setembro de 2020. (mais…)

Ministro da Justiça critica deputados por projeto que legaliza cultivo de Cannabis no Brasil


Foto: Reprodução/Twitter

Insatisfeito com o projeto de lei 399/2015, que propõe a legalização do cultivo da Cannabis no Brasil para uso medicinal e industrial, o ministro da Justiça, André Mendonça, enviou para os deputados um e-mail criticando a iniciativa e emitindo moção de repúdio.

De autoria de Fábio Mitidieri (PSD-SE) e com substitutivo de Luciano Ducci (PSB-PR), o projeto de lei está em debate na Câmara dos Deputados.

No e-mail em que os parlamentares receberam, Mendonça, com o apoio do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas, autarquia do ministério em que comanda, lista os motivos que possui para criticar a matéria.

Ele fala que uso medicinal da planta gerou flexibilização de controle do uso recreativo em outros países e que houveram resultados “pífios” do uso terapêutico da Cannabis. Diz ainda ver riscos e prejuízos à saúde decorrentes do uso e possibilidade de aumento do tráfico de droga.

Em entrevista à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Ducci classificou os argumentos como “ideológicos” e apontou interferência indevida em debate do Legislativo.

“O plantio ilegal já acontece no Brasil e é atrás disso que o Ministério da Justiça devia ir, e não contra o plantio legal e para fins medicinais. O plantio que está sendo proposto é com a autorização do poder público, regulamentado pela Anvisa. O desconhecimento e a má vontade e as fake news que levantam essa questão: ministros se posicionando de maneira não adequada. O projeto é muito seguro, faltou leitura”, afirmou.

E acrescentou: “Questão ideológica de um grupo de parlamentares que jogam para um determinado tipo de plateia, sem se preocupar com os reflexos em milhares de pessoas que não têm acesso aos medicamentos, especialmente os mais pobres. Quem tem dinheiro vai lá para a Anvisa, protocola pedido de importação, traz o remédio caro”.

Projeto – o objetivo do PL é regulamentar as atividades de cultivo, processamento, armazenagem, transporte, pesquisa, produção, industrialização, comercialização, exportação e importação de produtos à base de Cannabis para fim medicinal e industrial.

O projeto não trata de autocultivo, nem do uso recreativo, religioso e ritualístico. Com informações da Folha de S.Paulo.

O que leva à menopausa precoce, como caso de Naiara Azevedo


A cantora Naiara Azevedo, 30 anos, contou que tem predisposição à menopausa precoce e, por isso, resolveu congelar óvulos para garantir que possa ter um filho no futuro.

Essa condição é irreversível, tem sido relatada com cada vez mais frequência e pode não ter uma causa específica, segundo o ginecologista e obstetra Geraldo Caldeira, membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

Ele explica que a menopausa é a falência ovariana, ou seja, quando os ovários param de produzir óvulos. Se isso ocorre antes dos 45 anos, é um caso de menopausa precoce – também chamada de prematura.

Nessa situação, como o próprio nome indica, a mulher começa a ter sintomas de menopausa antecipadamente, como ondas de calor, diminuição da libido, envelhecimento da pele e osteoporose.

“A mulher nasce com uma quantidade limitade de óvulos e, a cada ano que ela faz aniversário, seus óvulos também fazem”, afirma.

“Eu tenho paciente de 30 anos na menopausa e não dá para reverter, por isso, se quiser engravidar, tem que congelar os próprios óvulos antes ou pegar de doação. Tem se tornado mais frequente do que antigamente”, relata. (mais…)

Crianças têm chances 44% menores de contrair covid-19, mostra estudo


           Análise levou em conta 32 estudos sobre o tema

Crianças têm probabilidade 44% menor de contrair covid-19 do que os adultos, de acordo com uma análise liderada pelo presidente do Royal College of Paediatrics and Child Health, do Reino Unido.
“Nessa revisão sistemática e meta-análise, incluindo 32 estudos, crianças e adolescentes abaixo de 20 anos tiveram 44% menos chances de infecção secundária com pelo novo coronavírus, em comparação com adultos de 20 anos ou mais”, mostrou a análise.

“Há evidências preliminares de que aqueles com menos de 14 anos têm menor suscetibilidade à infecção do que adultos, com adolescentes parecendo ter suscetibilidade semelhante a dos mais velhosatéa.”

“Escola é um antro de contágio”, diz Kalil ao vetar volta às aulas em BH


O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) rechaçou nesta segunda-feira (28), uma eventual retomada das atividades presenciais nas escolas da capital mineira.

Em entrevista coletiva realizada na sede do Executivo municipal Kalil confirmou que não há data para que isso possa ocorrer.

– A escola, está provado aqui e no mundo, é um antro de contágio.

Segundo o prefeito, o impacto de colocar 865 mil alunos de volta às aulas presenciais seria muito grande.

– Ninguém aqui prefere filho em parques, em clubes ou em bares, que estão abertos. Nós queremos nossos alunos estudando.

A declaração foi dada uma semana depois de um imbróglio judicial envolvendo prefeitura, Ministério Público Federal e Colégio Militar de Belo Horizonte. A instituição ligada ao Exército decidiu retomar as atividades no dia 21 de setembro mas recuou no dia seguinte. Após esse episódio, a Prefeitura de BH decidiu suspender os alvarás de todas as escolas da cidade.

Sobre esse episódio, Kalil afirmou que essa foi uma questão “prática”.

– Era para evitar uma corrida na Justiça que se ensaiou na abertura da escola do Exército.

Ainda de acordo com o prefeito não é possível liberar o funcionamento de uma escola e não autorizar as demais a funcionar.

Time português é obrigado a voltar do estádio a pé após derrota


Os torcedores mais apaixonados certamente já tiveram vontade de fazer o seu time voltar a pé do estádio após uma derrota. Esses se sentiram vingados no último fim de semana com um episódio que aconteceu com o Lusitania Lourosa, time da terceira divisão portuguesa. Torcedores da equipe elogiaram a atitude do presidente de dispensar o ônibus.

O episódio foi descrito pelo sindicato dos jogadores de futebol como “lamentável”, já que o time dispensou o ônibus que levaria de volta os atletas ao centro de treinamento. O Lourosa perdeu a partida por 1 a 0 para o rival local São João de Ver no domingo. Os jogadores deixaram o estádio e tiveram de caminhar 5 km até a sede do clube.

Homem mata vizinha, atira na ex e comete suicídio em seguida


Um homem de 45 anos atirou na ex-mulher e matou a vizinha dela baleada na tarde desta segunda-feira (28), em Salto (SP). Após os crimes, o suspeito cometeu suicídio.

De acordo com informações da Polícia Militar e testemunhas, Claudemir Pereira abordou o carro onde estava Ângela Muczinski, que era vizinha e amiga da ex-mulher dele.

Em seguida, Ângela saiu do veículo e sofreu os disparos, no bairro da Estação. Devido aos ferimentos, ela não resistiu e morreu.

Policiais foram mobilizados para o caso em Salto — Foto: Arquivo pessoal

Na sequência, o homem foi até o bairro Jardim Arco Íris e atirou contra a ex-mulher, Adriana Correia, que foi encaminhada em estado grave ao hospital. O estado de saúde da vítima é desconhecido.

Segundo testemunhas, o atirador e Adriana tinham se separado havia pouco tempo e ele não teria aceitado o fim do relacionamento.

Equipes da Polícia Civil e Polícia Militar foram encaminhadas aos locais dos crimes. Fonte: Globo.com