Bahia teve redução de 11,2% no número de mortes violentas em 2018


A Bahia teve uma redução de 11,2% no número de mortes violentas em 2018, conforme aponta dados divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Segundo o dados levantados pelo Monitor, foram registrados 5.613 assassinatos em 2018, enquanto em 2017 foram contabilizadas 6.321 mortes violentas.
Ainda conforme os dados do monitor, o maior número de assassinatos na Bahia ocorreu no mês de janeiro de 2018, enquanto a menor quantidade foi registrada em setembro.
O índice nacional também apresentou queda. No Brasil a redução de mortes violentas foi de -13%. Apesar da queda, o número de vítimas ainda é considerado alto, já que são 24,7 mortos a cada 100 mil habitantes.
Apenas os estados do Amapá (10%), Tocantins (44%) e Roraima (54%) tiveram aumento no número de mortes violentas em 2018. Seis estados apresentaram uma redução superior a 20%. Pernambuco, considerado um dos estados mais violentos do Brasil, foi o que teve a maior redução percentual no número de vítimas de crimes violentos com 23%. Fonte: G1.

Maquinista morre após ficar sete horas preso às ferragens no Rio


Após ficar mais de sete horas preso às ferragens, o maquinista Rodrigo Assumpção não resistiu aos ferimentos e morreu no início da tarde desta quarta-feira (27), segundo o Corpo de Bombeiros.

O condutor é a única vítima fatal do grave acidente entre dois trens, ocorrida nesta manhã, por volta 6h55, na estação de São Cristóvão, zona norte do Rio de Janeiro.

Os bombeiros realizaram massagem cardíaca logo após o condutor ser retirado do local, mas ele morreu antes de ser levado ao hospital. De acordo com informações da Record TV Rio, durante a tentativa de resgate dramático, Rodrigo recebeu bolsa de sangue e oxigênio extra. O processo foi trabalhoso e envolveu muito esforço dos bombeiros, que usaram ferramentas para cortar as ferragens e conseguir chegar até a vítima.

Outros sete feridos no acidente foram socorridos ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro. Já o oitavo foi levada ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, também na zona norte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas apresentam ferimentos leves.

Caetanos: 79ª CIPM e INEMA resgatam aves silvestres presas em cativeiro


Na tarde da última terça-feira (25) policiais militares da 79ª CIPM prestaram apoio ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA, localizando indivíduos acusados de prender aves silvestres em cativeiro na cidade de Caetanos.

Por meio de denúncias de populares, as guarnições em serviço empreenderam rondas pela localidade, quando encontraram diversas aves presas em gaiolas no centro da cidade. Os proprietários informaram que não possuíam autorização do órgão competente para a posse das aves.

Os animais foram encaminhados para o órgão responsável, e os indivíduos também prestarão esclarecimentos às autoridades competentes.

Fonte: 79ª CIPM/ ASCOM
👮‍♂🚔 A FORÇA DO SUDOESTE NA CORRENTE DO BEM 👮‍♂🚔.

Governo Bolsonaro tem 38,9% de avaliação positiva, diz CNT/MDA


O governo do presidente Jair Bolsonaro é bem avaliado por 38,9 % dos brasileiros, apontou pesquisa CNT/MDAdivulgada nesta terça-feira (26), quando o presidente se aproxima de completar dois meses no poder.

De acordo com o levantamento do instituto MDA, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), 19 % têm uma avaliação negativa da gestão Bolsonaro, ao passo que 29 % a consideram regular. O levantamento apontou que 13,1 % dos entrevistados não souberam opinar. Essa é a primeira pesquisa do instituto sobre a avaliação do governo Bolsonaro desde a posse do presidente em 1º de janeiro.

Ainda de acordo com o levantamento, 57,5 % aprovam o desempenho pessoal de Bolsonaro na Presidência, enquanto 28,2 % desaprovam e 14,3 % não souberam opinar.  O MDA ouviu 2.002 pessoas entre os dias 21 e 23 de janeiro em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. Copyright Thomson Reuters 2018

Doenças do Aedes aumentam mais de 89% em comparação a 2018


Casos de dengue cresceram nas primeiras semanas de 2019

O número de casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti aumentou 89,24% entre 30 de dezembro de 2018 e o dia 2 de fevereiro deste ano, em comparação ao mesmo período no ano passado. As informações foram divulgadas hoje por meio do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

Segundo a pasta, os casos de dengue aumentaram 149% em relação ao ano passado, tendo a região Sudeste como a líder de casos (59,9%), seguida pelas regiões Centro-Oeste (19,8%), Norte (9,5%), Nordeste (7,5%) e Sul (3,3%). No total, foram identificados 54.777 casos prováveis de dengue no Brasil durante esse período.

Até o momento, foram notificadas cinco mortes por dengue confirmadas, e outras 23 seguem em investigação.  (mais…)

Mãe de Alexandre Pires é detida suspeita de fazer “gato” de energia


Reprodução / Record TV Minas

A mãe do cantor Alexandre Pires foi detida, nesta segunda-feira (25), após uma ligação de energia clandestina ter sido encontrada na casa dela, em Uberlândia, a 537 km de Belo Horizonte. A PM (Polícia Militar) foi acionada por um funcionário da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) que estava no local para religar o sistema. Segundo a corporação, o servidor percebeu uma adulteração no padrão, que se caracterizaria como furto de energia, conhecido como “gato”.

Abadia Pires do Nascimento foi encaminhada para a delegacia, onde prestou esclarecimentos. Aos policiais, ela disse que a confusão aconteceu após ela chamar um técnico para desinstalar aparelhos de ar-condicionado do imóvel, uma vez que ela está de mudança.

A mulher prestou depoimento e foi liberada após pagar uma fiança de R$ 1.500. A reportagem tentou contato com a defesa de Abadia, mas não localizou os advogados dela. (mais…)

Mais de 50% dos municípios baianos são considerados maus pagadores


Mais de 50% das prefeituras baianas são consideradas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) como incapazes de honrar dívidas e estão proibidas de receber garantias da União para contratação de  empréstimos. Levantamento feito pela Satélite aponta que, dos 417 municípios do estado, 215 foram classificados pelo Tesouro com a nota C na tabela sobre Capacidade de Pagamento (Capag) e são consideradas más pagadoras. Na outra ponta, apenas 58 têm notas A ou B. Outros 144 estão sem classificação porque não atualizaram informações junto ao Tesouro.

Duas pontas 
Entre os 20 maiores municípios do estado, 11 são considerados maus pagadores. Entre eles, Vitória da Conquista, Itabuna, Juazeiro e Teixeira de Freitas. A lista inclui ainda Barreiras, Porto Seguro, Simões Filho, Eunápolis, Valença e Candeias. A relação de bons pagadores é encabeçada por Feira de Santana, Camaçari e Jequié, com nota A. Na sequência, vêm Salvador, Lauro de Freitas, Ilhéus, Alagoinhas, Paulo Afonso e Guanambi, com B. Fonte: correio24horas.

STF publica acórdão de inconstitucionalidade de pensão a ex-governadores da Bahia


O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), publicou o acórdão que declarou inconstitucional o pagamento de pensão vitalícia a ex-governadores da Bahia. O caso foi julgado em dezembro do ano passado, no último dia antes do recesso do Judiciário. O teor da decisão já havia sido divulgado, mas o acórdão, com os fundamentos da decisão dos ministros, só foi publicado nesta segunda-feira (18).

A ação foi movida pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A emenda constitucional que criou o benefício foi aprovada pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em 2014. A OAB sustentou que a Constituição Federal não autoriza o pagamento de pensão vitalícia para ocupante de cargo público. A AL-BA defendeu o benefício e argumentou que não há ofensa ao princípio da igualdade ante a situação diferenciada experimentada por ex-Chefe do Poder Executivo estadual, a justificar a percepção de “pensão especial”. A Advocacia-Geral da União (AGU), por sua vez, pediu a declaração da inconstitucionalidade, pois o pagamento é injustificado, sem indicação da fonte de custeio. (mais…)

Depois de quase 25 anos do Plano Real, nota de R$ 100 só vale R$ 16,75


Depois de quase 25 anos do Plano Real, a nota de R$ 100, que em julho de 1994 pagava o valor de um salário mínimo e ainda sobrava troco, vale agora R$ 16,75. Em julho de 1994 o salário mínimo era de R$ 64,79. Hoje são necessárias dez notas para pagar o mínimo de R$ 998.
Segundo o cálculo feito com exclusividade para a coluna “O que é que eu faço, Sophia?” pelo matemático financeiro José Dutra Vieira Sobrinho, a inflação de 1º de julho de 1994 até 1º de fevereiro de 2019 foi de 496,88%.

Isso significa que para adquirir a mesma quantidade de mercadorias e serviços que R$ 100 compravam em 1994, o consumidor precisa desembolsar R$ 596,88, um valor quase seis vezes superior.

Quem tivesse guardado R$ 1 milhão no colchão em 1994, que na época compraria um apartamento ultra luxuoso, com a desvalorização da moeda teria R$ 167.500, que não dá nem um apartamento popular”.
Já quem tivesse colocado o dinheiro na poupança sem mexer teria hoje mais de R$ 6 milhões.  “Isso por si só é muito educativo e mostra por que não se deve deixar dinheiro parado”, diz o professor.

(mais…)

1 em cada 5 mulheres vítimas de violência diz ter sido agredida por um vizinho, mostra Datafolha


Uma em cada cinco mulheres vítimas de violência diz ter sido agredida por um vizinho, segundo pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Nos últimos 12 meses, esse tipo de agressão cresceu e chegou a 21,1% dos casos relatados – na pesquisa anterior, de 2017, eram 3,8%. O vizinho como principal autor da agressão fica atrás apenas do namorado ou companheiro.