PRF finaliza a operação finados 2018 com expressiva redução de acidentes, feridos e óbitos na Bahia


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, às 23h59 de ontem (04), a Operação Finados 2018 na Bahia. Desde quinta-feira (1), foi montado um esquema especial para reforçar o policiamento e a fiscalização nas rodovias federais do estado.

Nos quatro dias de Operação, a PRF fiscalizou 6.859 veículos e 7.417 pessoas, números que representam o aumento de 65% e 90%, respectivamente, na fiscalização. O total de testes de alcoolemia realizados foi de 3.174, ou seja, 33% a mais que o mesmo período da Operação Finados em 2017.

(mais…)

Lula pede liberdade ao STF e acusa Moro de perda de imparcialidade


A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu liberdade ao STF (Supremo Tribunal Federal). No documento, o petista acusa o juiz federal Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), de perda de imparcialidade para processá-lo.
Os advogados de Lula pedem que o Supremo reconheça a suspeição de Moro para julgar o ex-presidente e decrete a nulidade de todos os atos processuais relativos ao caso do tríplex do Guarujá (SP).
A defesa requer ainda que a nulidade seja estendida “a todas as ações penais propostas em face de Luiz Inácio Lula da Silva que estão ou estiveram sob a condução do Juiz Federal Sérgio Fernando Moro” — as denúncias ligadas a supostas propinas da Odebrecht, que incluiriam um terreno para abrigar o Instituto Lula, e ao sítio de Atibaia (SP). (mais…)

Petrobras aumenta preço do botijão de gás de cozinha em 8,5%


A Petrobras revisou o preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) para consumo residencial em suas refinarias em 8,5%, para R$ 25,07, um reajuste de R$ 1,97 por botijão. No ano, a alta acumulada é de 2,8%.
Desde janeiro, a estatal reajusta o botijão de gás trimestralmente. Em janeiro e abril, os valores foram reduzidos e em julho, elevado.
“A desvalorização do real frente ao dólar e as elevações nas cotações internacionais do GLP foram os principais fatores para a alta. A referência continua a ser a média dos preços do propano e butano comercializados no mercado europeu, acrescida da margem de 5%”, informa a Petrobras, no comunicado.
A empresa ainda argumenta que a metodologia de reajuste trimestral tem o objetivo de suavizar os impactos da transferência da volatilidade externa para os preços domésticos.
No documento, a Petrobras ressalta ainda que o CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) reconhece que o preço do produto para uso doméstico deve ser “inferior” e “diferenciado” aos praticados para o GLP com outras finalidades pelo seu “interesse para a política energética nacional”. *Estadão.

Washington Coração Valente vai assumir lugar de Onyx na Câmara


O ex-jogador de futebol Washington ‘Coração Valente’ deve assumir nesta terça (06) a cadeira de Onyx Lorenzoni, na Câmara do Deputados, em Brasília.

O centroavante aposentado não obteve votação suficiente para se eleger pelo PDT, em 2014, mas era o primeiro suplente no Rio Grande do Sul e assumirá, até o dia 31 de janeiro de 2019, a cadeira de Onyx Lorenzoni, que pediu afastamento para auxiliar o presidente eleito. O deputado gaúcho será o próximo chefe da Casa Civil e terá que se afastar para coordenar a transição para o novo governo.

Procurado pela Coluna, Washington não foi encontrado para comentar o assunto, mas o atacante que se destacou vestindo as camisas de Fluminense, São Paulo e Atlético-PR afirmou à imprensa que já havia conversado com o titular da vaga e, mesmo sendo de um partido de oposição, deve apoiar Jair Bolsonaro.

Bolsonaro quer aprovar este ano idade mínima para aposentadoria


O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), defendeu nesta segunda-feira (5) que seja aprovado ainda este ano algum passo, “por menor que seja”, na Reforma da Previdência. Ele propõe a fixação da idade mínima para 61 anos para os homens e 56 para mulheres, no caso de funcionários públicos. A intenção é aprovar as mudanças ainda este ano.

“Um grande passo, no meu entender, se este ano for possível, vamos passar para 61 anos [a idade mínima] o serviço público para o homem, 56 para a mulher, e majorar também o ano nas demais carreiras. Acredito que seja um bom começo para entrar no ano que vem já tendo algo de concreto para nos ajudar na economia”, disse o presidente eleito em entrevista à TV Aparecida. (mais…)

Bom Jesus da Serra: Jovem é atropelado por veículo e em seguida executado a tiros


Na noite deste domingo (04) foi registrado um homicídio na região da Tabúa, localizada há cerca de 10 km de Bom Jesus da Serra. A reportagem do Blog Bom Jesus Notícias esteve no local e colheu informações junto a moradores das imediações e da Polícia Militar.

Segundo apuramos, o jovem Alisson Soares dos Santos, 24 anos de idade, natural da cidade de Itagibá – Bahia, seguia em direção a Bom Jesus da Serra acompanhado de mais dois amigos quando foram surpreendidos por um veículo que atropelaram o trio.

Após o atropelamento o condutor do veículo retornou com o automóvel e executou o jovem Alisson com 3 tiros na cabeça ali mesmo no local – as outras duas vítimas do atropelamento conseguiram fugir, sendo que um deu entrada no Hospital de Bom Jesus da Serra com fratura exposta na perna. A PM resguardou o local e aguardava a chegada do IML (Instituto Médico Legal) para remover o corpo. Alisson morava em Bom Jesus da Serra há pouco tempo. Fonte: Bom Jesus Notícias.

Estudo revela que o refluxo atinge mais da metade da população. Saiba como tratar


A Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) realizou o maior e mais atualizado mapeamento sobre o impacto do refluxo na população brasileira. O resultado mostra um quadro alarmante: 51% afirmam sofrer com o refluxo semanalmente, além de outros sintomas como a azia e a pirose (queimação) que também podem ser indícios do problema.
“Quando não tratado de forma adequada, o refluxo provoca alterações no cotidiano das pessoas, com prejuízos na vida pessoal e profissional. Uma das opções de tratamento, frequentemente recomendada pelos especialistas, após avaliação do quadro clínico do paciente, é o alginato”, destaca Dr. Flávio Quilici, presidente da FBG.
Afinal, quem sofre de refluxo?
A pesquisa mostrou que as mulheres, obesas, sedentárias e fumantes, entre 36 a 47 anos representam o grupo que mais sofre dessa condição. Dentre as principais causas estão o consumo exagerado de alimentos gordurosos, refrigerantes, café, bebidas alcóolicas, bem como, os tabagistas e os que não praticam exercícios físicos.
O estresse também pode incidir sobre o problema. “Além de ser o fator de risco para outras doenças como os problemas cardiovasculares e metabólicos, o estômago é uma das principais partes do corpo a indicar o mal que o estresse faz à saúde”, explica Dr. Flávio. (mais…)

Poções: Polícia Militar realiza blitz operação feriadão de finados.


 

Nesta tarde do último sábado dia 03 de novembro , as 16:30 hs fora realizada Blitz à Pça da Juventude, com objetivo de intensificar as ações do policiamento ostensivo, na prevenção de crime de trânsito bem como, orientações do uso do trânsito de forma segura.

❇ Produtividade:
▶67- pessoas abordadas
▶21-carros abordados
▶36- motos abordadas
▶01- moto apreendida

❇ EFETIVO:
▶Coordenador de Área
▶1° PEL
▶5° PEL/PETO. Informações: 79 CIPM.

Poções: Ator José Dumont participa de filme rodado no município


O premiadíssimo ator José Dumont está estrelando um novo filme, “Rosa Tirana”, rodado no município de Poções. O ator estará na cidade de Poções na próxima terça-feira (06), onde acontecerá um coletiva de imprensa a partir das 09h00 da manhã.   O jovem Rogério Sagui é o diretor da película, que conta a história de Rosa, uma menina que mora no sertão.

O jovem diretor baiano natural da cidade de Poções, Rogério Sagui, de 33 anos de idade, tem um jeito poético de fazer seus filmes, que nascem do desejo de trazer a poesia de uma forma plena de volta às nossas telas como forma de imprimir uma marca cinematográfica que está incutida no diretor e anda em baixa no país. O diretor gosta das belezas líricas que estão impregnadas nas coisas simples da vida. Rogério Sagui já tem outras produções cinematográficas em seu currículo: “As Memórias de um Quilombo Vivo” (2016) e “Affonso Manta: O Poeta Encantado” (2018), documentários de média metragem.

Sobre o filme

Em setembro de um ano qualquer, em uma terra banhada de sol, durante a maior seca que o sertão nordestino já viveu, pessoas abandonaram suas casas em busca de água em busca da sobrevivência. É nesse lugar que vive Rosa, uma menina de dez anos de idade, que ao ver sua mãe adoecer os rios secando e o sertão sendo tomada por desesperança, sai em jornada para tentar encontrar nossa senhora Imaculada a rainha do sertão, a fim de lhe entregar a flor que poderia ser a ultima a resistir àqueles longos anos de seca, e então a santa realizaria o milagre: Fazer chover no sertão. A menina Rosa mergulha em uma caatinga fantasiosa, habitada por pessoas e criaturas moldadas pela seca e a sede, onde a fantasia se mistura com a dura realidade Sertânica.

Equipe técnica:

  • Direção: Rogério Sagui
  • 1º Assistente de direção: Tony Soares
  • Gerente de produção: João Dias
  • 1º Assistente de gerente/produção: João PAULO Vilarim
  • 2° Assistente de produção: LN de Goió
  • Direção de fotografia: Filipe Sobral
  • Assistente de direção de fotografia: Thays Cássia
  • Direção de arte: Julia Letícia Rocha
  • Assistente de direção de Arte: Ângela Rodrigues
  • Assistente de direção de Arte: Daiane Fróis
  • Produção de set: Adriano Tribal
  • Produtor de locação: Tim Borges
  • Assistente de produção de locação: Leandro Silva
  • Técnico de som direto: Rayane Telles
  • Assistente de som direto: Carlos Camppe
  • Continuísta: Lillian Almeida
  • Preparação de elenco: João Paulo Vilarim
  • Assistente de produção: Olavo Luz
  • Figurino- Lourdes Santana
  • Adereços: Jocimário Kanário
  • Efeitos Especiais: Carlito Junior
  • Tesoureira: Carol Amorim
  • Assistente de Produção: Vitor Guimaraes

Sobre José Dumont

O ator paraibano José Dumont é um daqueles raros exemplos de talento nato. Nascido em Bananeiras, em 1º de julho de 1950, uma cidadezinha no interior da Paraíba. Dumont era um garoto muito pobre, vivendo numa família extremamente humilde. Passou fome, como muitos de seus conterrâneos nordestinos, e assim como estes também não teve acesso à escola. Dumont aprendeu a ler e a escrever praticamente sozinho graças à música popular regional e à literatura de cordel.

Chegou a ingressar no Exército e na Marinha Mercante. Na biografia “José Dumont: do Cordel às Telas”, da coleção Aplauso lançada pela Editora Imprensa Oficial, o ator diz que em dado momento de sua vida miserável teve uma visão reveladora. Ele não revela qual foi essa visão, mas ela mudou o rumo de sua vida.

Seja ela qual for, o destino colocou o jovem Dumont no caminho das artes. Ele começou a atuar no teatro ainda no início dos anos de 1970. Em 1976 participou da montagem “O Sonho, Caso Especial”, de Gianfrancesco Guarnieri, o que lhe abriu as portas para o cinema e nunca mais parar. Já no ano seguinte estreou na tela grande, no filme “Morte e Vida Severina”, um musical de grande sucesso. No mesmo ano ainda apareceria em “Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia”, longa de ficção que marcou também a estréia do diretor argentino Hector Babenco no Brasil. Seguiram-se a esse “Tudo Bem”, de Arnaldo Jabor; “Se Segura, Malandro!”, de Hugo Carvana; “Coronel Delmiro Gouveia”, de Geraldo Sarno; e “Amor Bandido”, de Bruno Barreto, entre muitos
outros.

“Gaijin – Os Caminhos da Liberdade”, dirigido por Tizuka Yamasaki, consolidou sua trajetória no cinema brasileiro. O filme recebeu cinco troféus Kikito no Festival de Gramado de 1980, incluindo o prêmio de melhor ator coadjuvante para José Dumont. No mesmo Festival de Gramado, no ano seguinte, Dumont novamente seria premiado – agora como melhor ator pelo migrante nordestino
que interpreta em “O Homem que Virou Suco”, de João Batista de Andrade, trabalho que também lhe garantiu o Candango no Festival de Brasília.

José Dumont, aliás, passou a colecionar vários prêmios desde então. Em 1985, durante o Festival de Havana, Cuba, foi escolhido como melhor ator por três filmes: “O Baiano Fantasma”, de Denoy de Oliveira; “Avaeté”, de Zelito Viana; e “Tigipió”, de Pedro Jorge de Castro. Outro Candago de melhor ator lhe foi concedido por seu trabalho em “A Hora da Estrela”, de Suzana Amaral. Em Brasília e Miami foi preiado por “Kenoma”, de Eliane Caffé – que mais tarde dirigiu “Narradores de Javé” e garantiu a Dumont prêmios nos festivais do Recife e Rio de Janeiro.

Lá se vão mais de três décadas e mais de 40 filmes na extensa carreira de José Dumont, todos com grande destaque: “A República dos Assassinos”, de Miguel Farias Jr.; “Brincando nos Campos do Senhor”, de Hector Babenco; “Os Trapalhões e o Mágico de Oróz” e “Os Trapalhões no Auto da Compadecida”, ambos com a turma dos Trapalhões de Renato Aragão; “Policarpo Quaresma”, de Paulo Thiago; “Abril Despedaçado”, de Walter Salles. A lista parece interminável. Isso sem contar os inúmeros trabalhos na televisão, sejam eles novelas ou miniséries. E é certamente por isso que Dumont foi homenageado especial no Festival de Ceará em 2008. Um reconhecimento merecido por sua dedicação ao cenário audiovisual, o que o considou como um dos mais importantes atores do Cinema Brasileiro.

Trabalhos na TV

2018 Onde Nascem os Fortes
2017 Sob Pressão Valdo Cruz
2016 Velho Chico José Esteves ]
2015 I Love Paraisópolis Expedito Rufino
2014 Milagres de Jesus Job
2013 Dona Xepa
2012 O Milagre dos Pássaros
Fora de Controle
2010 Ribeirão do Tempo
2008 Os Mutantes: Caminhos do Coração
2007 Caminhos do Coração
Luz do Sol
2006 Cidadão Brasileiro
2005 América
1999 Terra Nostra
1997 Mandacaru
1995 Tocaia Grande
1993 Guerra sem Fim
1991 Amazônia
1990 A História de Ana Raio e Zé Trovão
Rosa dos Rumos
Pantanal
1988 Olho por Olho
1987 Carmem
1985 Grande Sertão: Veredas
De Quina pra Lua
1984 Corpo a Corpo
Padre CíceroMarcos Franco Rabelo
1983 Fernando da Gata
Bandidos da Falange
1982 Lampião e Maria Bonita
1981 Morte e Vida Severina
1979 Carga Pesada

Trabalhos no Cinema

Tungstênio (2017)
Era o Hotel Cambridge (2016)
Trash – A Esperança Vem do Lixo (2014), Carlos
A Hora e a Vez de Augusto Matraga (2011)
Veias e Vinhos – Uma História Brasileira (2006)
2 Filhos de Francisco (2005), Miranda
Cidade Baixa (2005), Sergipano
Árido Movie (2004), Zé Elétrico
Irmãos de Fé (2004)
O Último Raio de Sol (2004)
Olga (2004), Manuel
Onde Anda Você (2004)
As Tranças de Maria (2003), Oração
Maria, Mãe do Filho de Deus (2003)
Narradores de Javé (2003)
Abril Despedaçado (2001), Pai
Milagre em Juazeiro (1999)
Kenoma (1998)
O Primeiro Dia (1998)
Policarpo Quaresma, Herói do Brasil (1998)
Brincando nos Campos do Senhor (1991), Comandante Guzman
Mais Que a Terra (1990)
Minas-Texas (1989), Roy Pereira
Os Caminhos de Antônio Conselheiro (1987)
Os Trapalhões no Auto da Compadecida (1987)
Running Out of Luck (1987), Jogador de cartas na prisão
Tigipió – Uma Questão de Amor e Honra (1986), Heitor
Vento Sul (1986)
A Hora da Estrela (1985), Olímpico de Jesus
Avaeté – Semente da Vingança (1985)
Memórias do Cárcere (1984)
O Baiano Fantasma (1984), Lambusca
Os Trapalhões e o Mágico de Oróz (1984)
O Cangaceiro Trapalhão (1983)
Parahyba Mulher Macho (1983)
Lampião e Maria Bonita (1982)
Noites Paraguayas (1982)
O Sonho Não Acabou (1982), Astor
O Homem que Virou Suco (1981), Deraldo/Severino
Até a Última Gota (1980), Narração (voz)
Gaijin – Os Caminhos da Liberdade (1980), Ceará
J.S. Brown, o Último Herói (1980), Zé Maria
A República dos Assassinos (1979), Silveirinha
Amor Bandido (1978), Testemunha
Coronel Delmiro Gouveia (1978)
O Escolhido de Iemanjá (1978)
Se Segura, Malandro! (1978)
Tudo Bem (1978), Piauí
Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia (1977), Prisioner
Morte e Vida Severina (1977

Premiações

Troféu Candango, do Festival de Brasília
1998: Melhor ator, por Kenoma
1985: Melhor ator, por A hora da estrela
1980: Melhor ator, por O homem que virou suco
Kikito de Ouro, do Festival de Gramado
1984: Melhor ator, por O baiano fantasma
1981: Melhor ator, por O homem que virou suco
1980: Melhor ator, por Gaijin — os caminhos da liberdade
Festival de Havana
1980: Melhor ator, por O baiano fantasma
Festival do Cinema Brasileiro de Miami
1999: Melhor ator, por Kenoma
Troféu APCA
1999: Melhor ator, por Kenoma
Grande Prêmio Cinema Brasil
2007: Melhor ator coadjuvante – 2 Filhos de Francisco
Festival de Miami
1999: Melhor ator coadjuvante – Kenoma
Recife Cine PE
2003: Melhor ator – Narradores de Javé
Troféu APCA
1980: Melhor revelação – Plantão de Polícia

 

Diego Alves discorda de punição e postura de Dorival no Flamengo


Se o Flamengo mantém a guerra fria com Diego Alves enquanto luta pelo título brasileiro, o goleiro também escolhe o silêncio até o fim do campeonato, mas já procurou os dirigentes para dar sua versão da crise da qual foi pivô. Embora os contatos da diretoria sejam com o empresário Eduardo Maluf, Diego foi até o vice de futebol Ricardo Lomba pessoalmente expor alguns pontos de discordância, depois da entrevista coletiva que o clube convocou para avisar que o assunto seria interno.