No sufoco! Bahia é derrotado pelo Vasco, mas se classifica às quartas


Após vencer por 3 a 0 em Salvador, o Bahia foi derrotado pelo Vasco por 2 a 0 em São Januário e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Pikachu e Andrey marcaram para o Cruz-Maltino. Com o regulamento em mãos, o Tricolor criou pouco e deixou o adversário jogar, mas conseguiu suportar a pressão e se aproveitou do nervosismo dos cariocas para avançar.

Nas quartas de final, o Bahia vai enfrentar o Palmeiras. A primeira partida acontecerá na Arena Fonte Nova, no dia 2 de agosto, às 19h15. O jogo decisivo será na Arena Palmeiras, no dia 16, no mesmo horário. O clube paulista passou pelo América-MG nas oitavas, após vitória por 2 a 1 (fora) e empate por 1 a 1 (casa).

França vence a Croácia e garante o bi


Os franceses voltam ao topo do mundo. Em um decisão com gol contra e uso do VAR inéditos em finais de Copa, além de invasão de gramado por um grupo radical russo, a França derrotou a Croácia por 4 a 2, neste domingo, no Estádio Olímpico Lujniki, em Moscou, e conquistou o título mundial de futebol pela segunda vez na história. Mandzukic (contra), Griezmann, Pogba e Mbappé fizeram os gols da equipe azul, enquanto Perisic e Mandzukic, este se aproveitando de uma falha bizarra do goleiro e capitão Lloris, descontaram para a Croácia.

Presidente da Fifa elogia Neymar, gargalha e diz: “Vai mostrar suas habilidades no futuro”


O presidente da Fifa, Gianni Infantino, também entrou na discussão sobre Neymar. Nesta sexta-feira, numa entrevista coletiva em Moscou, o cartola chegou a gargalhar ao comentar a atuação do craque brasileiro na Copa do Mundo. Mas, diferentemente de Marco Van Basten, Juan Carlos Osório e outros que usaram palavras duras contra Neymar, Infantino tratou do tema com bom humor.

Primeiro, o cartola elogiou o camisa 10 da seleção brasileira:

– -Ele é um grande jogador, esta é a primeira coisa a ser dita. Quando eu falo de jogadores talentosos, que nos fazem sonhar, não posso dizer palavras negativas sobre eles. E Neymar é uma dessas lendas de alto nível.

Infantino então fez alguns segundos de silêncio, abriu os braços, começou a rir, chegou a gargalhar e emendou:

– Mas claro…. Ele vai mostrar a nós mais de suas habilidades no futuro. Suas verdadeiras habilidades no futebol.

E seguiu rindo.

França despacha belgas e é a primeira finalista


A França está na final da Copa do Mundo pela terceira vez em sua história. Dona de um título (1998) e um vice (2006), a seleção francesa bateu a Bélgica por 1 a 0 nesta terça-feira, em São Petersburgo, e agora espera o vencedor de Croácia e Inglaterra, que se enfrentam nesta quarta, em Moscou. A final será no domingo, às 12h de Brasília, no estádio de Lujniki, em Moscou. A decisão do terceiro lugar será no sábado, às 11h, em São Petersburgo. Umtiti fez o gol da classificação francesa, lembrando outro defensor, Thuram, responsável pelos dois gols da França na semifinal de 1998, contra a Croácia. Umtiti foi eleito o melhor em campo na votação da Fifa.

França e Bélgica fazem jogão para decidir primeiro finalista da Copa


Nem Messi, nem Cristiano Ronaldo, nem Neymar. As semifinais da Copa do Mundo começam nesta terça-feira sem os três principais astros do torneio. Mas o que menos faltará em França x Bélgica, às 15h, em São Petersburgo, é craque. As duas seleções decidem quem será o primeiro finalista do Mundial em jogo ornado pelo talento de De Bruyne, de Hazard, de Mbappé, de Griezmann.

Fim do sonho, Brasil é eliminado pela Bélgica


Eliminações entram para a história e são lembradas por ícones. Caniggia em 90. Zidane em 98 e 06. O 7×1 de 2014. A de 2018 tem o carimbo de um trio: De Bruyne, Hazard e Lukaku destruíram a seleção brasileira em 45 minutos, garantiram a vitória por 2 a 1 e colocaram a Bélgica na semifinal da Copa do Mundo. Nem o bom segundo tempo, com gol de Renato Augusto, que entrou muito bem, evitou a frustração de um Brasil que volta para casa sem transformar o bom futebol de praticamente toda a era Tite em título. Atuações individuais ruins como a de Fernandinho no jogo derradeiro, e de Paulinho e Gabriel Jesus ao longo de todo o Mundial, comprometeram a ideia de jogo. Justamente o que os belgas tiveram de melhor: três craques fazendo tudo dar certo.

Fim da linha: Danilo sofre lesão no tornozelo e está fora da Copa do Mundo


Chegou ao fim a Copa do Mundo de Danilo. O lateral-direito sofreu uma lesão no ligamento do tornozelo esquerdo durante o treinamento desta quinta-feira e não faz mais parte dos planos de Tite para o restante da competição.

Mesmo sem tempo de recuperação ainda no Mundial, Danilo fez um pedido e foi atendido pela comissão técnica: o jogador segue com o grupo na Rússia até o fim da participação da seleção brasileira.

É a segunda lesão do lateral do Manchester City em treinos durante a Copa. O jogador, que começou como titular do Brasil na Copa, teve um problema na região do quadril na véspera da partida contra a Costa Rica, em São Petersburgo.

A lesão abriu caminho para Fágner, que entrou, foi elogiado por Tite e seguiu como titular. Recuperado, Danilo voltou a trabalhar normalmente com o grupo e ficou no banco contra o México. O novo problema, porém, afasta qualquer possibilidade de retorno ainda com o Mundial em andamento.

Sem Danilo, Tite tem duas alternativas para o lugar do titular Fágner: o zagueiro Marquinhos vira o substituto imediato do lateral do Corinthians, e Fernandinho aparece como opção para a posição.

Bahia leva gol relâmpago e perde do Sampaio em primeira final da Copa NE.


O Bahia jogou muto mal na noite desta quarta-feira, 4, no Castelão, e perdeu por 1 a 0 para o Sampaio Corrêa, pelo jogo de ida da decisão da Copa do Nordeste.

Se quiser ser tetracampeão, o Esquadrão terá de vencer por dois gols de diferença neste sábado, 7, às 17h45, na Arena Fonte Nova. Triunfo por 1 a 0 do time de Enderson Moreira levará o duelo para os pênaltis; qualquer outro resultado positivo por um gol de vantagem dará o título aos maranhenses por causa do critério do gol marcado fora de casa.

Fora por cartão

O Bahia perdeu uma peça importante para o jogo deste sábado, que vale o título do Nordestão. O lateral-direito Nino Paraíba recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. Como João Pedro foi negociado pelo Palmeiras – estava no Esquadrão por empréstimo –, o técnico Enderson Moreira terá que improvisar um jogador na posição ou usar alguma peça da base.

O jogo (mais…)

Conheça a cidade cubana que torce sempre para o Brasil na Copa


A única vez que Cuba esteve em um Mundial de futebol foi em 1938. Por isso, a cada torneio o país escolhe por qual seleção vai torcer, mas isso não acontece nessa cidade em que em toda Copa o coração de seus 50 mil habitantes é verde e amarelo.

As ruas da cidade são enfeitadas com bandeiras que proclamam “Ordem e Progresso” e os jogos são transmitidos no teatro do povoado. Quem não consegue entrada para assistir no telão, se reúne em casa com os amigos para acompanhar a Seleção canarinho.

A torcida é embalada por gritos entusiasmados, música e muita dança. “Estou muito emocionado. Fomos acolhidos de forma tão carinhosa. Me disseram que Bauta era a cidade mais brasileira de Cuba. Eu não conhecia. E vou voltar. Estou em casa. Eles nos trouxeram boa sorte. Ganhamos e jogamos bem”, comenta o embaixador Antonio Alves Júnior, chefe da missão diplomática do Brasil em Cuba. Um boneco de Ronaldinho Gaúcho foi colado em cima da TV para dar sorte.

Willian ressurge, Neymar deslancha e o Brasil despacha o México


O Brasil derrotou o México por 2 a 0 nesta segunda-feira, em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Os gols da vitória saíram no segundo tempo, com Neymar e Roberto Firmino. Agora, a seleção aguarda a decisão do confronto entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final. No primeiro tempo, a seleção mexicana partiu para o ataque, bem ao estilo do técnico Juan Carlos Osorio. Explorando a velocidade de Carlos Vela e Guardado pela esquerda, deu trabalho ao sistema defensivo de Tite, mas só conseguiu finalizar uma vez no gol de Alisson. Com dificuldades para sair jogando e ditar o ritmo da partida, o Brasil também se expunha aos contra-ataques após escanteios no campo ofensivo, já que Osorio costuma posicionar apenas quatro defensores em sua área para reforçar a segunda bola nos contragolpes. Aos poucos, porém, a seleção controlou o ímpeto dos mexicanos e criou as melhores oportunidades com Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar, que, aos 24 minutos, parou em arrojada defesa do goleiro Ochoa. (mais…)