Conheça a cidade cubana que torce sempre para o Brasil na Copa


A única vez que Cuba esteve em um Mundial de futebol foi em 1938. Por isso, a cada torneio o país escolhe por qual seleção vai torcer, mas isso não acontece nessa cidade em que em toda Copa o coração de seus 50 mil habitantes é verde e amarelo.

As ruas da cidade são enfeitadas com bandeiras que proclamam “Ordem e Progresso” e os jogos são transmitidos no teatro do povoado. Quem não consegue entrada para assistir no telão, se reúne em casa com os amigos para acompanhar a Seleção canarinho.

A torcida é embalada por gritos entusiasmados, música e muita dança. “Estou muito emocionado. Fomos acolhidos de forma tão carinhosa. Me disseram que Bauta era a cidade mais brasileira de Cuba. Eu não conhecia. E vou voltar. Estou em casa. Eles nos trouxeram boa sorte. Ganhamos e jogamos bem”, comenta o embaixador Antonio Alves Júnior, chefe da missão diplomática do Brasil em Cuba. Um boneco de Ronaldinho Gaúcho foi colado em cima da TV para dar sorte.

Willian ressurge, Neymar deslancha e o Brasil despacha o México


O Brasil derrotou o México por 2 a 0 nesta segunda-feira, em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Os gols da vitória saíram no segundo tempo, com Neymar e Roberto Firmino. Agora, a seleção aguarda a decisão do confronto entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final. No primeiro tempo, a seleção mexicana partiu para o ataque, bem ao estilo do técnico Juan Carlos Osorio. Explorando a velocidade de Carlos Vela e Guardado pela esquerda, deu trabalho ao sistema defensivo de Tite, mas só conseguiu finalizar uma vez no gol de Alisson. Com dificuldades para sair jogando e ditar o ritmo da partida, o Brasil também se expunha aos contra-ataques após escanteios no campo ofensivo, já que Osorio costuma posicionar apenas quatro defensores em sua área para reforçar a segunda bola nos contragolpes. Aos poucos, porém, a seleção controlou o ímpeto dos mexicanos e criou as melhores oportunidades com Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar, que, aos 24 minutos, parou em arrojada defesa do goleiro Ochoa. (mais…)

Com CR7 e Messi fora, Neymar tenta virar protagonista da Copa contra o México


Neymar tem até as 11h (de Brasília) para chamar para si o protagonismo que tanto se espera dele na Copa. É quando a seleção enfrenta o México pelas oitavas de final. Em Samara, o atacante precisa decidir que caminho seguir no Mundial. Mas a estrada está aberta para ele chegar ao topo. Do trio considerado o melhor do planeta, Neymar é o único que sobrevive. Cristiano Ronaldo e Messi foram foram eliminados no sábado. Hora perfeita para o craque brasileiro, enfim, ter uma atuação robusta na Rússia. O desempenho de seus dois companheiros de ataque no PSG — diretamente relacionado ao adeus das estrelas de Portugal e Argentina — pode servir de incentivo para ele. Mbappé brilhou e teve uma das melhores atuações individuais da Copa na vitória da França sobre os hermanos. Foi assim também com Cavani, na partida em que o Uruguai mandou os portugueses para casa. (mais…)

Tite confirma Seleção com Filipe Luís e Fagner nas laterais contra o México


Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Paulinho, Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.

Em sua entrevista coletiva, Tite confirmou que a seleção brasileira entrará em campo com essa escalação diante do México, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A evolução do espasmo na coluna sofrido por Marcelo não convenceu a comissão técnica a colocá-lo em campo. Seu retorno é previsto para as quartas, caso o Brasil consiga a classificação.

Na outra lateral, a direita, Fagner permanece na equipe mesmo com o retorno de Danilo, recuperado de lesão na região do quadril.

Jornais mexicanos se dividem sobre enfrentar o Brasil nas oitavas da Copa


Os mexicanos estão divididos em relação a enfrentar o Brasil nas oitavas de final da Copa da Rússia. Há quem tenha lamentado o fato de ter um antigo carrasco em Mundiais no caminho. Mas, por mais que pareça incoerente, celebrou o cruzamento. É o caso do jornal Cancha, que chamou o confronto de “melhor cenário”. A publicação até cita o histórico favorável aos pentacampeões no torneio. Mas lembra que foi diante dos brasileiros que o México alcançou seus maiores feitos no futebol: a Copa das Confederações de 1999, no próprio México, e a Olimpíada de 2012, em Londres, na Inglaterra.

Jornal Cancha aprovou o cruzamento com o Brasil
Já o Esto tem a visão mais pessimista. Não lembrou das finais vencidas contra os brasileiros e enumerou apenas os encontros em Copas. No Mundial, o México nunca conseguiu superar o Brasil. Foram três derrotas (1950, 54 e 62) e um empate (2014).
Jornal Esto lamenta choque contra o Brasil

Cai-cai? Neymar foi ao chão 22 vezes nos dois primeiros jogos. Em metade delas, árbitros não marcaram falta


Desde o início da Copa, Neymar vem sendo acusado de cair muito, jogar mais deitado do que em pé. No mundo todo, surgiram críticas, memes e piadas. Para tirar isso a limpo, a equipe de dados do EXTRA analisou as duas partidas da seleção até agora, contra Suíça e Costa Rica. Nos 194 minutos de jogo — já contados os acréscimos — o camisa 10 foi ao chão 22 vezes, média de uma queda a cada nove minutos. Em metade delas, os árbitros consideraram que ele não sofreu falta.

Segundo as estatísticas oficiais da Fifa, Neymar sofreu 14 faltas nas duas primeiras partidas da Copa. Ou seja, em apenas três vezes ele não caiu ao ser parado pelos adversários. Com uma precisão de relógio suíço, o craque se encontrou com o gramado 11 vezes nos primeiros tempos dos jogos e outras 11 nas segundas etapas. Em todas ele progredia no ataque — em nenhuma das quedas estava na marcação.

A interpretação dos árbitros sobre as quedas, porém, não teve a mesma regularidade. No jogo contra os suíços, a cada três vezes em que acabou deitado em Rostov, em duas Neymar sofreu falta. Na partida contra a Costa Rica, porém, o pêndulo tombou para o outro lado: em sete das dez quedas o jogo seguiu adiante.

A maior parte das quedas de Neymar (13 das 22 vezes) acontece nos últimos 15 minutos de cada etapa. Uma delas, quase aos 31 do primeiro tempo contra a Costa Rica, foi a única em que ele caiu sem adversários por perto: após um cruzamento, sentou — e, depois, deitou — na macia grama da arena Zenit.

Coincidência inédita na Mega-Sena provoca dúvidas nas redes sociais; matemáticos explicam


Os números sorteados no último concurso da Mega-Sena geraram teorias da conspiração em função de uma semelhança entre eles: todos fazem parte de uma mesma dezena, a 50. Foi a primeira vez que isso aconteceu, o que deu margem para teorias a respeito da loteria. Nas redes sociais, algumas pessoas chegaram a classificar o sorteio como fraude, roubo e até viram o fato como sinal de corrupção. Mas era possível que as bolas escolhidas fossem 50 – 51 – 56 – 57 – 58 – 59, como aconteceu no sábado (23). As sessenta dezenas da Mega geram mais de 50 milhões de possibilidades –são precisamente 50.063.860 combinações possíveis. Delas, apenas uma garante o prêmio no concurso. No sábado, quatro apostas –um bolão em Salvador, e jogos individuais em Canoas (RS), Maranguape (CE) e Marabá (PA)– dividiram mais de R$ 38,5 milhões.

Especialista explica:

“Existe uma diferença entre improvável e impossível”, pontua o professor Waldeck Schutzer, chefe do Departamento de Matemática da Ufscar (Universidade Federal de São Carlos).

Esporte Clube Bahia apresenta novo treinador para a sequência da temporada


Nesta terça-feira (19), o Esporte Clube Bahia apresentou o novo comandante para a sequencia da temporada. O treinador Enderson Moreira, que estava defendendo o América-MG e tinha assinado com o Esquadrão na última sexta-feira (16), deu sua primeira entrevista como técnico do tricolor.

Em coletiva, o treinador comentou sobre o motivo de ter escolhido vir para o Bahia. “É a primeira vez que tomo essa atitude de interromper um trabalho. E eu visualizei aqui no Bahia a oportunidade de realizar um bom trabalho. Vi o Bahia jogando algumas vezes e percebi um grande potencial nesta equipe.”, comentou Enderson.

O novo comandante tricolor também acumula passagens por Grêmio (2014), Santos (2014-2015), Fluminense (2011 e 2015), Atlético-PR (2015) e Goiás (2011 a 2013/2016), com aproveitamento superior a 50% em todos eles. O primeiro compromisso de Enderson no comando do Bahia será nesta quinta-feira (21), no primeiro jogo da semi final do Nordestão, contra o Ceará, às 21h45. A partida será realizada no Castelão, em Fortaleza.

Jogadores do México fazem ‘festa de despedida’ com 30 prostitutas, diz revista


A preparação da seleção mexicana para a Copa do Mundo terminou em escândalo. Segundo a revista TVNotas, oito jogadores participaram de uma “festa de despedida” com a presença de nada menos que 30 prostitutas. De acordo com o veículo local, a farra, que aconteceu no último sábado, durou certa de 24 horas e antecedeu a viagem à Dinamarca, onde fará o último amistoso antes do mundial, contra os donos da casa, no dia 9.  Os jogadores que estiveram na festa foram: o goleiro Ochoa, o zagueiro Carlos Salcedo, os meias Héctor Herrera, Jesús Gallardo, Marco Fabián, Jonathan e Giovani Dos Santos, além do atacante Raúl Jiménez.

“Chegaram às 22h30 e ali ficaram muito bem acompanhados, com música, tragos, jogos e mulheres. Tinham a noite livre, sem suas namoradas e esposas”, afirmou a fonte, segundo a ESPN. A Federação Mexicana de Futebol (FEMEXFUT) ainda não se pronunciou, nem o técnico Juan Carlos Osorio, muito menos os atletas citados na reportagem. A seleção mexicana está no Grupo F e estreia contra a atual campeã Alemanha no dia 17.

Zidane deixa o cargo de técnico do Real: ‘É estranho, mas é o momento’


Uma notícia surpreendeu a todos na manhã desta quinta-feira: Zinedine Zidane deixou o cargo de técnico do Real Madrid. O francês convocou uma coletiva de imprensa e comunicou, ao lado de Florentino Pérez, presidente do clube, que está saindo do comando da equipe merengue após três temporadas e diversos títulos conquistados.
– Tomei essa decisão de não continuar como técnico do Real Madrid. É um momento estranho, mas esse time precisa de uma mudança para continuar vencendo, precisa de outro discurso, outra metodologia de trabalho e é por isso que tomei essa decisão.
Multicampeão como jogador e como técnico do Real Madrid, Zidane também o pegou o mandatário do Real Madrid de surpresa, que classificou o caso, como uma “decisão inesperada”. Essa imprevisibilidade se dá pelo rumo do Real Madrid nos últimos anos, visto que o clube espanhol conquistou três títulos de Champions League seguidos, além de dois mundiais de clubes, dois supercopa da Uefa, uma supercopa da Espanha e um título do campeonato espanhol.
– Há momentos complicados em que começas a pensar ‘sou adequado?’. Há momentos muito bonitos e acabamos de forma espetacular, mas há momentos complicados que te fazem pensar… Creio que é momento – finalizou o craque e dono de 3 bolas de ouro pela Fifa.