França e Bélgica fazem jogão para decidir primeiro finalista da Copa


Nem Messi, nem Cristiano Ronaldo, nem Neymar. As semifinais da Copa do Mundo começam nesta terça-feira sem os três principais astros do torneio. Mas o que menos faltará em França x Bélgica, às 15h, em São Petersburgo, é craque. As duas seleções decidem quem será o primeiro finalista do Mundial em jogo ornado pelo talento de De Bruyne, de Hazard, de Mbappé, de Griezmann.

Fim do sonho, Brasil é eliminado pela Bélgica


Eliminações entram para a história e são lembradas por ícones. Caniggia em 90. Zidane em 98 e 06. O 7×1 de 2014. A de 2018 tem o carimbo de um trio: De Bruyne, Hazard e Lukaku destruíram a seleção brasileira em 45 minutos, garantiram a vitória por 2 a 1 e colocaram a Bélgica na semifinal da Copa do Mundo. Nem o bom segundo tempo, com gol de Renato Augusto, que entrou muito bem, evitou a frustração de um Brasil que volta para casa sem transformar o bom futebol de praticamente toda a era Tite em título. Atuações individuais ruins como a de Fernandinho no jogo derradeiro, e de Paulinho e Gabriel Jesus ao longo de todo o Mundial, comprometeram a ideia de jogo. Justamente o que os belgas tiveram de melhor: três craques fazendo tudo dar certo.

Fim da linha: Danilo sofre lesão no tornozelo e está fora da Copa do Mundo


Chegou ao fim a Copa do Mundo de Danilo. O lateral-direito sofreu uma lesão no ligamento do tornozelo esquerdo durante o treinamento desta quinta-feira e não faz mais parte dos planos de Tite para o restante da competição.

Mesmo sem tempo de recuperação ainda no Mundial, Danilo fez um pedido e foi atendido pela comissão técnica: o jogador segue com o grupo na Rússia até o fim da participação da seleção brasileira.

É a segunda lesão do lateral do Manchester City em treinos durante a Copa. O jogador, que começou como titular do Brasil na Copa, teve um problema na região do quadril na véspera da partida contra a Costa Rica, em São Petersburgo.

A lesão abriu caminho para Fágner, que entrou, foi elogiado por Tite e seguiu como titular. Recuperado, Danilo voltou a trabalhar normalmente com o grupo e ficou no banco contra o México. O novo problema, porém, afasta qualquer possibilidade de retorno ainda com o Mundial em andamento.

Sem Danilo, Tite tem duas alternativas para o lugar do titular Fágner: o zagueiro Marquinhos vira o substituto imediato do lateral do Corinthians, e Fernandinho aparece como opção para a posição.

Bahia leva gol relâmpago e perde do Sampaio em primeira final da Copa NE.


O Bahia jogou muto mal na noite desta quarta-feira, 4, no Castelão, e perdeu por 1 a 0 para o Sampaio Corrêa, pelo jogo de ida da decisão da Copa do Nordeste.

Se quiser ser tetracampeão, o Esquadrão terá de vencer por dois gols de diferença neste sábado, 7, às 17h45, na Arena Fonte Nova. Triunfo por 1 a 0 do time de Enderson Moreira levará o duelo para os pênaltis; qualquer outro resultado positivo por um gol de vantagem dará o título aos maranhenses por causa do critério do gol marcado fora de casa.

Fora por cartão

O Bahia perdeu uma peça importante para o jogo deste sábado, que vale o título do Nordestão. O lateral-direito Nino Paraíba recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. Como João Pedro foi negociado pelo Palmeiras – estava no Esquadrão por empréstimo –, o técnico Enderson Moreira terá que improvisar um jogador na posição ou usar alguma peça da base.

O jogo (mais…)

Conheça a cidade cubana que torce sempre para o Brasil na Copa


A única vez que Cuba esteve em um Mundial de futebol foi em 1938. Por isso, a cada torneio o país escolhe por qual seleção vai torcer, mas isso não acontece nessa cidade em que em toda Copa o coração de seus 50 mil habitantes é verde e amarelo.

As ruas da cidade são enfeitadas com bandeiras que proclamam “Ordem e Progresso” e os jogos são transmitidos no teatro do povoado. Quem não consegue entrada para assistir no telão, se reúne em casa com os amigos para acompanhar a Seleção canarinho.

A torcida é embalada por gritos entusiasmados, música e muita dança. “Estou muito emocionado. Fomos acolhidos de forma tão carinhosa. Me disseram que Bauta era a cidade mais brasileira de Cuba. Eu não conhecia. E vou voltar. Estou em casa. Eles nos trouxeram boa sorte. Ganhamos e jogamos bem”, comenta o embaixador Antonio Alves Júnior, chefe da missão diplomática do Brasil em Cuba. Um boneco de Ronaldinho Gaúcho foi colado em cima da TV para dar sorte.

Willian ressurge, Neymar deslancha e o Brasil despacha o México


O Brasil derrotou o México por 2 a 0 nesta segunda-feira, em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Os gols da vitória saíram no segundo tempo, com Neymar e Roberto Firmino. Agora, a seleção aguarda a decisão do confronto entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final. No primeiro tempo, a seleção mexicana partiu para o ataque, bem ao estilo do técnico Juan Carlos Osorio. Explorando a velocidade de Carlos Vela e Guardado pela esquerda, deu trabalho ao sistema defensivo de Tite, mas só conseguiu finalizar uma vez no gol de Alisson. Com dificuldades para sair jogando e ditar o ritmo da partida, o Brasil também se expunha aos contra-ataques após escanteios no campo ofensivo, já que Osorio costuma posicionar apenas quatro defensores em sua área para reforçar a segunda bola nos contragolpes. Aos poucos, porém, a seleção controlou o ímpeto dos mexicanos e criou as melhores oportunidades com Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar, que, aos 24 minutos, parou em arrojada defesa do goleiro Ochoa. (mais…)

Com CR7 e Messi fora, Neymar tenta virar protagonista da Copa contra o México


Neymar tem até as 11h (de Brasília) para chamar para si o protagonismo que tanto se espera dele na Copa. É quando a seleção enfrenta o México pelas oitavas de final. Em Samara, o atacante precisa decidir que caminho seguir no Mundial. Mas a estrada está aberta para ele chegar ao topo. Do trio considerado o melhor do planeta, Neymar é o único que sobrevive. Cristiano Ronaldo e Messi foram foram eliminados no sábado. Hora perfeita para o craque brasileiro, enfim, ter uma atuação robusta na Rússia. O desempenho de seus dois companheiros de ataque no PSG — diretamente relacionado ao adeus das estrelas de Portugal e Argentina — pode servir de incentivo para ele. Mbappé brilhou e teve uma das melhores atuações individuais da Copa na vitória da França sobre os hermanos. Foi assim também com Cavani, na partida em que o Uruguai mandou os portugueses para casa. (mais…)

Tite confirma Seleção com Filipe Luís e Fagner nas laterais contra o México


Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Paulinho, Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.

Em sua entrevista coletiva, Tite confirmou que a seleção brasileira entrará em campo com essa escalação diante do México, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A evolução do espasmo na coluna sofrido por Marcelo não convenceu a comissão técnica a colocá-lo em campo. Seu retorno é previsto para as quartas, caso o Brasil consiga a classificação.

Na outra lateral, a direita, Fagner permanece na equipe mesmo com o retorno de Danilo, recuperado de lesão na região do quadril.

Jornais mexicanos se dividem sobre enfrentar o Brasil nas oitavas da Copa


Os mexicanos estão divididos em relação a enfrentar o Brasil nas oitavas de final da Copa da Rússia. Há quem tenha lamentado o fato de ter um antigo carrasco em Mundiais no caminho. Mas, por mais que pareça incoerente, celebrou o cruzamento. É o caso do jornal Cancha, que chamou o confronto de “melhor cenário”. A publicação até cita o histórico favorável aos pentacampeões no torneio. Mas lembra que foi diante dos brasileiros que o México alcançou seus maiores feitos no futebol: a Copa das Confederações de 1999, no próprio México, e a Olimpíada de 2012, em Londres, na Inglaterra.

Jornal Cancha aprovou o cruzamento com o Brasil
Já o Esto tem a visão mais pessimista. Não lembrou das finais vencidas contra os brasileiros e enumerou apenas os encontros em Copas. No Mundial, o México nunca conseguiu superar o Brasil. Foram três derrotas (1950, 54 e 62) e um empate (2014).
Jornal Esto lamenta choque contra o Brasil

Cai-cai? Neymar foi ao chão 22 vezes nos dois primeiros jogos. Em metade delas, árbitros não marcaram falta


Desde o início da Copa, Neymar vem sendo acusado de cair muito, jogar mais deitado do que em pé. No mundo todo, surgiram críticas, memes e piadas. Para tirar isso a limpo, a equipe de dados do EXTRA analisou as duas partidas da seleção até agora, contra Suíça e Costa Rica. Nos 194 minutos de jogo — já contados os acréscimos — o camisa 10 foi ao chão 22 vezes, média de uma queda a cada nove minutos. Em metade delas, os árbitros consideraram que ele não sofreu falta.

Segundo as estatísticas oficiais da Fifa, Neymar sofreu 14 faltas nas duas primeiras partidas da Copa. Ou seja, em apenas três vezes ele não caiu ao ser parado pelos adversários. Com uma precisão de relógio suíço, o craque se encontrou com o gramado 11 vezes nos primeiros tempos dos jogos e outras 11 nas segundas etapas. Em todas ele progredia no ataque — em nenhuma das quedas estava na marcação.

A interpretação dos árbitros sobre as quedas, porém, não teve a mesma regularidade. No jogo contra os suíços, a cada três vezes em que acabou deitado em Rostov, em duas Neymar sofreu falta. Na partida contra a Costa Rica, porém, o pêndulo tombou para o outro lado: em sete das dez quedas o jogo seguiu adiante.

A maior parte das quedas de Neymar (13 das 22 vezes) acontece nos últimos 15 minutos de cada etapa. Uma delas, quase aos 31 do primeiro tempo contra a Costa Rica, foi a única em que ele caiu sem adversários por perto: após um cruzamento, sentou — e, depois, deitou — na macia grama da arena Zenit.