A 3 dias para fim de campanha, 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio


Foto: Cesar Brustolin/SMCS

Com a Campanha Nacional de Vacinação chegando ao fim no dia 30 de outubro, somente 35% das crianças (4 milhões) foram imunizadas contra a poliomielite.

Segundo informações do Ministério da Saúde, ainda falta vacinar 7,3 milhões de pessoas. O público-alvo estimado é de 11,2 milhões das crianças de 1 a menores de 5 anos.

O estado que mais vacinou as crianças até agora foi o Amapá (62,59%), seguido do estado da Paraíba (50,11%). Rondônia foi o estado que menos vacinou, tendo atendido apenas 11,76% do público-alvo.

A recomendação aos estados que não atingirem a meta é continuar com a vacinação de rotina, oferecida durante todo o ano nos mais de 40 mil postos de saúde distribuídos pelo país.

A campanha nacional ocorre junto com a campanha de multivacinação, que visa atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Nesta última são ofertadas todas as vacinas do calendário nacional de vacinação. Com informações da Agência Brasil. Fonte: Agência Brasil

Filha faz vaquinha para pagar aparelho auditivo da mãe danificado na carreata em Ipiaú


Uma filha resolveu fazer uma “vaquinha” virtual para custear um aparelho auditivo da mãe que foi danificado por causa de uma carreata política, em Ipiaú, no sudoeste baiano.

Larissa Alves contou ao Metro1 que o fato ocorreu há “mais ou menos um mês”, quando o ato político passou em frente a sua casa. “Minha mãe, que é deficiente auditiva, saiu pra ver. Estava passando um ‘paredão’, e aí o aparelho deu interferência e pifou”, relatou.

Larissa fez o pedido de doação através do site “vakinha” e já arrecadou até o momento R$ 1.390,00, e tem a meta de atingir R$ 10 mil. Para doar clique aqui.

*Voz da Bahia

Poções registra 5 novos casos de covid-19 na últimas 24 horas


Poções registrou 5 casos novos de coronavírus nas ultimas 24 horas. sendo assim o município agora totaliza 962 casos confirmados, com 907 curados. o numero de casos ativos caiu de 42 para 35 de acordo com o boletim epidemiológico.

a média de cura é de 94,28%. 1 pessoa aguarda resultado e 15 aguardam ser colhido o exame.  20 óbitos já foram registrados  no município, desde o inicio da pandemia. *Poções Urgente.

Bahia registra 22 mortes e 691 novos casos de coronavírus em 24 horas


A Bahia registrou 22 mortes e 691 novos casos confirmados de coronavírus em 24 horas, conforme o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria estadual de Saúde (Sesab), neste domingo (25). Dos 344.705 casos confirmados desde o início da pandemia, 330.540 já são considerados recuperados e 6.690 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,41%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.209,25), Almadina (6.570,28), Itabuna (6.462,72), Madre de Deus (6.367,04), Apuarema (6.030,01).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 702.270 casos descartados e 83.402 em investigação. Na Bahia, 28.395 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Pesquisa investiga coronavírus em pets em cinco capitais


                     Foto: Divulgação/Assessoria

Uma pesquisa coordenada pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) vai avaliar cerca de mil animais cujos tutores testaram positivo para Covid-19. O objetivo é analisar o risco de transmissão homem-animal no Brasil. Aa informações são da jornalista Lívia Marra, do jorna Folha de S. Paulo.

Segundo a universidade, será o primeiro estudo do gênero em um país tropical —algo semelhante foi desenvolvido na Itália.
Para o estudo, a equipe procura voluntários em Curitiba, Belo Horizonte, Campo Grande, Recife e São Paulo. Interessados devem entrar em contato pelo email [email protected]

Desde o começo da pandemia, alguns animais receberam diagnóstico positivo para coronavírus pelo mundo. No Brasil, uma gata em Cuiabá é o primeiro pet a apresentar o vírus.

Nos Estados Unidos, o pastor alemão Buddy, primeiro cachorro com diagnóstico para coronavírus nos país, precisou ser submetido a eutanásia meses após o Sars-CoV-2. Segundo veterinários, ele possivelmente sofria de linfoma e, de acordo com a agência AFP, há dúvidas se, assim como humanos, animais com doenças preexistentes podem ser mais suscetíveis a formas graves da Covid-19.

Não há, porém, evidências de que os animais de estimação transmitam a doença. São os humanos que contaminam os animais, segundo informações da FDA (agência de controle de drogas e alimentos, com função similar à da Anvisa) e do CDC (Centros de Controle de Doenças), ambos dos Estados Unidos.

Espanha decreta novo estado de emergência em luta contra coronavírus


Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus.

Por Belén Carreño, Jessica Jones – Repórteres da Reuters – Madri

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, anunciou um novo estado de emergência neste domingo (25) em um esforço para conter o aumento nas infecções pelo novo coronavírus, impondo toques de recolher noturnos e proibindo as viagens entre as regiões do país em alguns casos.

“Estamos vivendo em uma situação extrema, é a mais grave na última metade de século”, disse ele em entrevista coletiva após uma reunião de gabinete.

A medida entra em vigor na noite deste domingo e exigirá que todas as regiões, exceto as Ilhas Canárias, imponham um toque de recolher noturno. O estado de emergência precisará ser aprovado pelo Parlamento para durar além de um prazo de 15 dias. Um número crescente de regiões do país tem pedido que o governo implemente a medida.

A Espanha impôs um dos lockdowns mais severos no início da pandemia e depois relaxou as medidas ao longo do verão no Hemisfério Norte.

Mas como em muitos outros países da Europa, a Espanha tem vivido uma segunda onda nas últimas semanas e agora tem os maiores números de infecções da Europa Ocidental. O total de casos subiu para 1.046.132 na sexta-feira (23), enquanto o número de mortos se aproxima de 35 mil.

Senado aprova Kassio Nunes como novo ministro do STF


O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (21), com 57 votos favoráveis e 10 contrários, a indicação do desembargador Kassio Nunes, de 48 anos, para a cadeira que ficou vaga no STF (Supremo Tribunal Federal) com a aposentadoria de Celso de Mello.

Para a aprovação, eram necessários os votos favoráveis de ao menos 41 parlamentares. Mais cedo, o nome de Nunes foi validado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Casa com o apoio de 22 senadores. A vaga que será assumida por Kassio Nunes representa a primeira indicação do presidente Jair Bolsonaro para a Suprema Corte. O cargo foi aberto com a antecipação da aposentadoria de Celso de Mello, que deixou o posto após 31 anos.

Após a indicação, Bolsonaro foi criticado por apoiadores que desaprovaram a escolha. Em reposta, o presidente defendeu a nomeação. “Tenho certeza de que vocês vão gostar do trabalho dele no Supremo Tribunal Federal”, afirmou durante uma live. A opção por Kassio foi avaliada como positiva pelos atuais ministros do STF. Bolsonaro ainda terá direito a uma nova indicação para a Suprema Corte no ano que vem com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Melo. O presidente garante que o nome será “terrivelmente evangélico”.

“Não adianta chegar aqui com um currículo 10. Se eu não conhecer, não vou indicar”, afirmou ao declarar um “tremendo respeito pelos 30 milhões de evangélicos” no Brasil.

Bahia convoca 184 reservistas da Polícia Militar


Foto: Divulgação/PM-BA
O Governo do Estado publica, na edição  desta quinta-feira  (22) do Diário  Oficial ,  a convocação  de 184 reservistas  da Polícia  Militar. A atividade remunerada será em cargos não operacionais, como na guarda de quartéis, serviços  administrativos, atendimento 190, entre outros.
O objetivo  do chamamento é otimizar o trabalho da PM nas ruas, com a liberação  de profissionais que hoje atuam em regime administrativo.

Cresce número de candidatos da área de saúde


TSE – Tribunal Superior Eleitoral
Urna eletrônica

Em meio à pandemia de covid-19, os registros de candidatos da área de saúde aumentaram nas eleições municipais deste ano. Juntos, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas somam 12.202, aumento de quase 20% em relação a 2016. Esse percentual ficou acima do crescimento de pedidos de registros de candidatura neste ano, que chegaram a 12%. Foram 555.395 no total, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No caso dos médicos, são 2.728 neste ano, com crescimento de 8% em relação às eleições municipais anteriores (abaixo do crescimento total de registros). O aumento do número de técnicos de enfermagem é mais expressivo: 45%, com 4.675 candidatos neste ano. Os enfermeiros somam 3.906 candidatos, com expansão de 4,6% na comparação com 2016. Já o crescimento de fisioterapeutas ficou em 24,9%, com 893 nestas eleições.

Além desses profissionais, há também crescimento dos candidatos de outras áreas da saúde, como os fonoaudiólogos. Eles são 87 neste ano, contra 58 em 2016, expansão de 50%.

O cientista político Ricardo Costa de Oliveira, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), diz que apesar de haver a possibilidade de a pandemia ter estimulado essas candidaturas, já é tradição no Brasil ter candidatos da saúde. Ele diz que o contato com a população no trabalho, na área de saúde, facilita a projeção como político. “Tradicionalmente, há profissionais da saúde na política desde o século 19. Isso acontece até pelo trabalho que desenvolvem com a comunidade”, disse.

Outras profissões

Nos dados do TSE, parte dos candidatos não tem a profissão definida (quase 119 mil, 21,4% do total), estando classificada como “outras”. Entre as profissões definidas pelos candidatos ao fazer o pedido de registro, a maioria continua sendo de agricultores – 37.896, o que representa 6,8% do total. Apesar disso, o crescimento da candidatura de agricultores (5,7%) ficou abaixo da expansão total (12%), na comparação com 2016. Ou seja, eles perderam espaço para outras profissões nestas eleições.

Os servidores públicos municipais são 35.450, representando 6,4% do total. Na comparação com as eleições de 2016, eles tiveram crescimento de 10,7% na participação. Os empresários são 33.297, 6% do total, com aumento de 28,9% nos pedidos de registro de candidaturas em relação a 2016.

Os comerciantes são 30.655, representando 5,5% do total, seguidos de vereadores (24.743), com 4,5% do total, e donas de casa (22.066, 3,9% do total). Fonte: Agência Brasil

Auxílio emergencial tem saque liberado para 5,4 milhões hoje


Nesta quinta-feira (22), 5,4 milhões de pessoas poderão sacar novas parcelas do auxílio emergencial. O resgate em dinheiro será liberado para 3,8 milhões nascidos em novembro, com direito da 1ª à 5ª parcela de R$ 600, dependendo da data que entraram no programa. O grupo faz parte do ciclo 2 do calendário, que já concluiu o pagamento em depósito na conta digital. Outros 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS final 4, recebem a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 300. O pagamento para o esse grupo segue até o dia 30, para os que têm o NIS final 0. Além das agências, o resgate em dinheiro pode ser feito nos caixas eletrônicos e lotéricas, utilizando o código gerado pelo aplicativo Caixa Tem. A transferência para outras contas também estará liberada.
Extensão do auxílio Não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e que se enquadram nos novos requisitos estabelecidos por medida provisória terão direito a continuar recebendo o benefício.
Pelas novas regras, a declaração do Imposto de Renda 2020 será critério de exclusão para quem teve rendimentos superiores a R$ 28.559,70 em 2019 ou bens e direitos de valor superior a R$ 300 mil reais em 31 de dezembro de 2019. Quem mora no exterior ou presos em regime fechado também foram excluídos do pagamento.
O auxílio foi pago a 67,7 milhões de pessoas, num total de R$ 228,4 bilhões desde abril. De três parcelas, o benefício passou para cinco de R$ 600 cada, no caso de mãe chefe de família, R$ 1.200. Depois, foram definidas mais quatro com valor menor, de R$ 300, até dezembro.

Calendário do Bolsa Família
NIS final 4 – 22 de outubro
NIS final 5 – 23 de outubro
NIS final 6 – 26 de outubro
NIS final 7 – 27 de outubro
NIS final 8 – 28 de outubro
NIS final 9 – 29 de outubro
NIS final 0 – 30 de outubro

Calendário dos demais grupos

(mais…)